Entrevista da Semana

Entrevista da semana

Viviane Gandra – Fonoaudióloga

Perfil:

– Qual a sua formação profissional? Fonoaudióloga

– Fale sobre sua área de atuação – Principalmente junto aos pacientes especiais com deficiência visual, embora também o idoso esteja em minha área de atuação.

– O que mais te encanta na profissão? Por que a escolha? O encanto vem em ajudar, ver o paciente ter progresso, melhorar a qualidade de vida! Sempre tive essa vontade: ajudar a quem precisasse! A escolha foi pelo mesmo motivo!

– Você se considera realizada profissionalmente? Em toda área sempre existe algo a ser conquistado! Sempre existe algo que ainda precisa ser alcançado como forma de realização profissional.

– Quem é Viviane? Vivi é uma pessoa alegre, feliz com suas filhas Pilar e Mariah, sonhadora, amorosa, cheia de vida, em plena descoberta do mundo! No momento começa a descobrir o sentido verdadeiro do “estar aqui e fazer parte de tudo isso”, ao quê chama de vida, família, amigos e amor! Sou feliz!

– Como faz para equilibrar o trabalho e a vida pessoal? Com um pouco de organização e outro tanto de improviso é possível conciliar tudo. Sempre procurei não misturar as estações! São assuntos diferentes, que precisamos saber separar e superar!

 – Fale sobre a sua família – Falar da minha família é falar de amor! minha mãe Vânia (hoje um anjo em nossas vidas), meu pai Alberto, que é um menino grande, cheio de amor; Carla, minha irmã, é o “melhor presente que meus pais me deram”; e minhas filhas, que são o meu grande sonho, e que vem sendo realizado diariamente! São minhas fontes de amor e alegria! Com elas ensino e aprendo muito!

– O que costuma fazer nos momentos de folga? Adoro uma rua! rsrsr! Gosto de estar com amigos, viajar, adoro um futebol (flamenguista feliz), samba, praia! Sou eclética! Vou do a ao z mas me divirto muito e sempre!

Bate-bola:

Cor preferida – preto

O que tira você do sério – falta de compromisso

Dinheiro é… necessário

Estilo de se vestir – básica mas sempre com salto alto

Palavra doce – Pilar e Mariah

Medo – de despedidas

Tem vergonha – de falar em público

Momento especial – nascimento das meninas

Saudade – minha mãe

Melhor amigo (a) – Hélia Cristina Tavares

Música preferida – Moinho

Filme que pretende assistir – Extraordinário

Comida – massa

Não gosta de – dirigir

Brasil – corrupção

Final de semana perfeito – sem hora pra acabar

Não falta na bolsa – os óculos

Não sai de casa sem – perfume

O que te aborrece – atrasos

Felicidade é – estar viva

Religião – Católica

Família – amor

Deus –

Deixe uma mensagem:  “Qualquer maneira de amor vale a pena! Qualquer maneira de amor valerá! “Diga não a qualquer tipo de preconceito! Religião, sexo, ideologia, cor, idade, etnia….vamos falar só de amor! Amor e igualdade!

Entrevista da Semana

Entrevista da semana

Dra. Olívia Abicair Assed – Médica Dermatologista

Qual a sua formação profissional? Sou formada pela Faculdade de Medicina de Campos; me especializei no Hospital Mario Kroeff e sou especialista titular em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia .

Fale sobre sua área de atuação. Tenho uma formação ampla e diversificada para o diagnóstico e tratamento de doenças da pele, unhas e cabelos, além de proporcionar bem estar e satisfação com a utilização de procedimentos estéticos. Acredito que a dermatologia também tem uma relação intrínseca com a felicidade do paciente e sua auto estima. Porém, é muito importante o paciente estar bem com sua aparência e consigo mesmo. A beleza vem de dentro para fora também. Como diria Guimarães Rosa “Felicidade se acha em horinhas de descuidos.” Então, nada de extremismos e excessos.  Um acompanhamento dermatológico bem feito engloba uma série de fatores. Vejo hoje muitos pacientes neuróticos em virtude dos demasiados tratamentos e opções. Então a busca pela perfeição acaba gerando imperfeições. Temos sempre que ser responsáveis neste ponto; o paciente tem que evoluir e essa evolução tem que ser multifocal. É muito simples cuidar da pele quando orientado de maneira adequada.

Existe um momento indicado para procurar um médico Dermatologista? Sempre que notar algo diferente na pele, cabelos e unhas, ou até mesmo para uma checagem de rotina, como por exemplo quando há história familiar de câncer de pele.  Para prevenção do envelhecimento cutâneo, quanto antes começarem os cuidados, menores serão os danos.

A opção pela área de atuação existia desde a entrada para a faculdade ou surgiu nos últimos anos de curso? Sempre foi uma opção, mas a certeza veio após a conclusão da matéria na faculdade.

Quais as maiores queixas em seu consultório? As principais queixas no consultório vão desde queda de cabelos, manchas na pele, micoses, sardas e rugas até suspeita de câncer de pele.

– Fale um pouco sobre a sua família.  Minha família é meu porto seguro.  Sou casada, tenho um filho de 1 ano e 9 meses de nome João e estou à espera de mais um.

– Quem é Olívia? Me considero dedicada, exigente, até um pouco mandona rsrsrs. Sou muito realizada profissionalmente e levo com leveza o que faço. Atualmente minha vida é o binômio família/trabalho.

– O que faz nas horas vagas? Gosto de ler, viajar, me atualizar e fazer qualquer coisa em família. Adoro cozinhar nos finais de semana também.

Bate-bola:

– Não perdoa: traição.

– Hora de parar: quando começo a ter insônia.

– Cor preferida: verde

– Estilo de se vestir: clássica

– Decepcionante: política

– Doce: bolo de chocolate

– Não dorme sem: ar condicionado.

– Te irrita: a falta de empatia do mundo moderno.

– O que pensa de si? sou uma pessoa simples.

– Amigos são… a família que escolhemos.

– Gente que faz: o bem sem ver a quem.

– Animal de estimação: cachorro.

– Palavra que não sai da sua boca: João rsrs

– Amigo (a) Lucas, meu marido.

– Paixão por… viagens

– Vício : doce

– Adoraria conhecer: Florença

– Gostaria de ser por um dia: cantora.

– Local ideal para relaxar: minha casa.

– Música boa: MPB

– Cheiro agradável: alecrim

– Pecado: gula

– Religião: católica

– Deus: amor, luz, força e esperança.

– Deixe uma mensagem:

Nos dias corridos de hoje, sempre temos que reservar um espaço para os cuidados com a pele. O acompanhamento profissional especializado está diretamente ligado à saúde da pele, prevenção de doenças, aprimoramento estético e ganho da auto-estima. Padrão de beleza é você se sentir bem.

Entrevista da Semana

Entrevista da semana

Dr. Leonardo Gama – Nutricionista

Perfil:

– Qual a sua formação profissional? Nutricionista Clínico. Doutor em Biociências e Biotecnologia

– Qual a área escolhida para atuação? Nutrição clínica e esportiva

– Por que escolher Nutrição? Escolheria novamente? Sempre tive muita afinidade com a área e, sim, escolheria novamente.

– Hoje, cuidar da saúde está sendo levado mais a sério? Sem dúvida a consciência do envelhecer saudável está mais apurada, mesmo por que o advento da internet popularizou tanto os cuidados de saúde quanto a percepção de doenças.

– O que você recomenda para quem quer ter uma melhor qualidade de vida? Somente procurar o nutricionista resolve? Necessário que se procure os profissionais corretos em cada seara. Nosso papel complementa o de outros profissionais de saúde e vice-versa.

– Quais são as perspectivas futuras para a profissão? Creio que veremos horizontes importantes, principalmente em relação à nutrigenômica, ou seja, a impactação do que se ingere na interpretação de nossos genes.

– Quem é Leonardo? Bem familiar, pai devoto, simples e um eterno inconformado em como o ser humano tem dificuldade de aprender com a sua história.

– Fale sobre sua família. Sou casado há 11 anos, tenho a Luiza de 10 anos e o Bernardo de 7 anos, ambos a luz do meu candeeiro. A Ísis Catarina, minha esposa e ambos os braços, conheci em uma festa da UENF.

– O que costuma fazer nas horas de folga? Se puder vou pescar em mar aberto!

Bate-bola:

– Não suporta o cheiro de: barata
– Time: Flamengo!
– Melhor amigo (a): Diogo, meu primo.
– Mania: tentar por ordem nas coisas
– Não bebe: bebidas fortes.
– Como gosta de ser chamado: Leo
– É vaidoso: só com o básico
– Detestável: impunidade nesse país
– Momento atual: de transição, espero que para bem melhor.
– Característica admirável: não suporto injustiça
– Bebida: cerveja e chá mate
– Lugar ideal para o descanso: minha casa
– Teatro ou cinema: ambos
– Te deixa sem graça: elogio
– Tecnologia que ainda não é adepto: aqueles óculos 3D
– Música: Blues, rocks clássicos, samba de raiz…
– Não abre mão de: pescar quando posso.
– Campos: cidade que tem tudo para ser referência nacional
– Projeto: me dedicar mais à religião.
– Merece elogio: os envolvidos na investigação Lava-Jato
– Ídolo: Keith Richards
– Lembrança de criança: férias na casa da praia
​- Não te convence: ideologias de esquerda, não mais.
– Gratidão: à minha mãe.
– Injusto: a remuneração média do brasileiro.
– Religião: Kardecista
– Deus: sempre, sobre todas as coisas.
– Deixe uma mensagem: “O que a lagarta chama de fim, o Mestre chama de borboleta.”