Entrevista da Semana

Entrevista da semana

Dra. Cláudia Morisson, Carol Barreto e Dr. Pedro Bastos

Falem sobre suas formações profissionais.

Dr Pedro Bastos – Possuo graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina de Campos (2009); formação em Neurologia pela Universidade Federal Fluminense (2013) e formação em Doppler Transcraniano pelo Hospital Quinta D´or (2014).

Ana Caroline Barreto – Possuo graduação em Administração/Contábil de empresa pela Universidade Candido Mendes (2013). Atuo em gerência de atendimento e supervisão desde 2009.

Claudia Marcia Morrison – Sou formada em Medicina pela UnigranRio e especializada em Dermatologia, também pela Unigranrio.

Como surgiu a ideia da Clínica La Vie? A Clínica LA VIE foi idealizada em 2014 com a intenção de agregar diversas especialidades médicas em uma mesma unidade de saúde. Com um ambiente acolhedor, o contato e a relação médico-paciente é a mais próxima possível. Hoje nossa equipe conta com mais de 10 médicos de diferentes especialidades. A proposta dos profissionais da Clínica La Vie é oferecer o mais elevado padrão médico, nas diferentes especialidades, em um ambiente bem estruturado e agradável.

Quais os serviços prestados pela Clínica? Trabalhamos com atendimento médico, temos o serviço de estética e terapia.

Quais os médicos que atendem na clínica e quais as suas especialidades? Hoje nossa clinica conta com as especialidades:

Dr Marcelo Paiva Queiroz – Gastroenteriologista

Rose Salomão e Tatiane Pires Vianna – Geriatra

Michelly Bicoock – Pediatra

Claudia Morrison – Dermatologista

Fatima Ribeiro – Dermatologista

Alexandre – Nutrólogo

Pedro Bastos – Neurologista

Laura Vieira – Nutricionista

Manuella Siqueira – Neuropediatra

Quais os convênios e formas de pagamento?

Atendimento pelo Ases convencional, Unimed e consultas particulares .

Alguma novidade para 2019? Ser reconhecida por colaboradores, parceiros, pacientes e no segmento onde atua como uma clínica médica referência na região, ampliando novas especialidades para proporcionar o que for de mais avançado e atual para nossos clientes.

Bate-bola:

Carol Barreto – Gestora Administrativa

Não gosta – Mentira

Não acredita – Que tudo acabou.

Música preferida – Todas

Dia ou noite – Dia

O que tira você do sério – Desrespeito

Amizade sincera – Mãe e filha

Momento atual – Novos desafios e novas metas

Merece aplausos – A determinação para se chegar a um objetivo e vencer.

Viagem por fazer – Para o exterior com a família.

Futuro – Conquistar novos objetivos ,novos desafios e ter a forca e a proteção da família sempre ao meu lado.

Religião – Evangélica

Deus – O pilar central da minha vida

Deixe uma mensagem – “Assim que você verdadeiramente se empenhar para que aconteça alguma coisa, o “como” vai aflorar por si mesmo.” (TONY ROBBINS)

 

Dr Pedro Bastos – Neurologista

Não gosta: De errar

Não acredita: Que não tem mais jeito

Musica: Samba

Dia ou noite: Noite

O que tira do serio: A ganância, em todas as suas facetas.

Amizade sincera: Meu irmão, sem duvidas.

Momento atual: De equilíbrio profissional, familiar, mental e físico.

Merece aplausos: Tenho apreço pelos que perseveram em seus sonhos. Geralmente são histórias das quais tento tirar motivação.

Viagem por fazer: Nenhuma  específica, mas tenho simpatia por lugares mais sossegados e com belezas naturais.

Futuro: A grande lógica da vida está exatamente em desconhece-lo.

Religião: Sou católico mas entendo as religiões como sendo meros modelos para a prática da boa relação entre as pessoas. O importante mesmo é buscar ser bom, justo, honesto e ter compaixão pelo próximo. Estes valores independem de religião.

Deus: Um guia. Tem que ser a referência de nossas atitudes.

Mensagem:  Viver é melhor que sonhar, por isso Eternize momentos.

 

Dra Claudia Morrison – Dermatologista

Não gosta – Pessoas mentirosas e falsas

Não acredita – Honestidade das pessoas

Música preferida – Todas, principalmente sertanejo.

Dia ou noite – Dia

Tira você do sério – Teimosia e desonestidade

Amizade sincera – Minha mãe

Momento atual – Muito trabalho, novos estudos e atualizações

Merece aplausos – Pessoas batalhadoras e perseverantes

Viagem por fazer – Los Angeles e Orlando em família

Futuro – Trabalho, mais saúde e viver em união em família

Religião – Espirita

Deus – Único, supremo.

Deixe uma mensagem: Só o riso, o amor e o prazer merecem revanche. O resto é mais que perda de tempo…é perda de vida. Chico Xavier

Designer: Aldir Mata

Entrevista da Semana

Entrevista da semana

Dr. Roney Louvain Filho – Médico Otorrinolaringologista


Perfil:
– Qual a sua formação profissional? Fiz medicina na UNIG em Itaperuna, me especializei em Otorrinolaringologia pela SEPTO no Rio de Janeiro e Medicina do Sono pelo Instituto do Sono em São Paulo.

– Como e por que escolheu a medicina? Meus pais falam que desde criança eu dizia que queria ser médico. Houve uma época na minha vida em que pensei em ser padre e creio que encontrei na medicina uma maneira de ajudar as pessoas sem algumas privações específicas da vida sacerdotal. 

– Alguém teve influência em sua escolha? Meus pais me apoiaram muito, mas até o momento da minha escolha eu não tive uma figura de influência direta.

– Fale sobre a importância da sua especialidade. Bem, dos cinco sentidos que temos, cuidamos de três: audição, olfato e paladar. Já se imaginou em um mundo sem sons, sem cheiro e sem sabor? Além disso tratamos os distúrbios destes mesmos sentidos, do equilíbrio, da voz, de doenças infecciosas e inflamatórias, as famosas “ites” (rinite, sinusite, otite, amigdalite, faringite, laringite, etc.) e no meu caso particularmente do sono. Posso dizer com toda certeza que atuamos diretamente na qualidade vida!

– Descreva Roney. Alegre, espontâneo, falante, cheio de manias, carinhoso, compromissado, sem paciência com trânsito, verdadeiro, amigo, honesto e principalmente grato a todos que de alguma maneira me ajudaram em algum momento da vida. Ah, um pouco acima do peso também! (Risos)

– Fale sobre sua família. No momento namorando e sem filhos. Mas se me entrevistar novamente daqui a uns três anos creio que as duas respostas serão diferentes. (Risos)

– Como administra seu dia? Me divido entre consultório e centro cirúrgico no horário comercial, após isso três atividades sagradas: malhar, estudar e namorar.

– O que costuma fazer nas horas vagas? Passar meu tempo com a Gabi, minha família e meus amigos. Adoro cozinhar, criar pratos diferentes. E também sou músico. Hoje toco com meus amigos na Ururau Blues e na Cena 4, nossas bandas de estimação.

BATE-BOLA:

– Imperdoável – Traição, em qualquer aspecto
– Te aborrece – Mentira, injustiça
– Seu estilo de vida – Aproveito a vida com responsabilidade
– Música preferida – Dream On – Aerosmith
– O que ainda te impressiona – A ignorância de certas pessoas
– Melhor amigo – Meu pai
– Fofoca é… Falta de um pasto pra roçar
– Lembrança de infância – Raspar tacho de goiabada
– Ser diferente é… Olhar o mundo por outro ângulo
– Inseparável – Relógio
– Mania chata – Sempre dar pitaco em tudo
– Ser educado é… Nada mais que obrigação
– Saudável – Academia
– Ser feliz ou estar feliz – Ser feliz
– Pecado – Gula
– Segredo para o sucesso – Determinação, honestidade e muita, muita gratidão
– Motivo de tristeza – Ficar longe de quem eu amo
– Gosta de cinema ou teatro – Adoro os dois
– O que te faz rir na TV – Chaves e Chapolin (sou fã rsrs)
– Maior emoção – Acho que ainda está por vir
– Não acredita –  No impossível
– Não sai de casa sem antes – Fazer o sinal da cruz
– Religião – Católico
– Deus – Acima de tudo e de todos
– Deixe uma mensagem: Nunca deixa de perseguir seus objetivos, valorize uma boa noite de sono, seja sempre grato a tudo e a todos que de alguma forma te ajudaram e diga “eu te amo” sempre que quiser, afinal, amar é de graça e faz muito bem.

Designer: Aldir Mata

Entrevista da Semana

Entrevista Folha Estilo

Elisabeth Martins – Publicitária e Corretora de Imóveis

 

PERFIL:

– Qual a sua formação profissional? Publicidade e Marketing e Corretora de imóveis.

– Resuma a sua trajetória profissional. Sempre trabalhei com vendas. Inicialmente nas empresas da família, depois em uma multinacional em Curitiba. Voltando de lá, iniciei minha caminhada na corretagem; trabalhei um bom tempo na Terreplan, até que decidi alçar meu próprio vôo, atuando como autônoma com foco em aluguéis. Implementei junto a uma equipe uma assessoria no Porto do Açu, não só imobiliária, mas terceirizando serviços diversos.
– Como concilia ser publicitária, corretora imobiliária, mãe…? Concilio todos os âmbitos da minha vida na maior correria. Meu dia se inicia às seis da manhã; às sete já tenho atendimentos. Tenho uma equipe de parceiros que me ajuda muito no trabalho, e a partir disso consigo flexibilizar meus horários para dar conta de todas as minhas responsabilidades.

– Quem é Bebeth? Bebeth é uma mulher batalhadora, corajosa e de muita fé. Sou muito firme em meus objetivos, mas tenho um enorme coração. Nunca desanimo perante as dificuldades, mantendo sempre a minha alegria e vontade de viver.
– Fale sobre sua família. Minha família e Deus são meus esteios. Com meu pai aprendi a responsabilidade e a importância do trabalho; com minha mãe aprendi a ter fé, humildade e coragem. Meus irmãos são o alicerce na minha vida; a certeza de que nunca estou só. Meus sobrinhos são minha fonte de alegria, e minha filha é meu grande amor, que me dá forças para lutar diariamente.
– Como administra o seu dia? Acordo todos os dias às seis da manhã. Minha vida é muito corrida, não existe uma rotina definida, cada dia é um novo desafio. Mantenho alguns rituais: sempre sento à mesa para fazer as refeições em família; acredito que isso nos mantém unidos.

– O que faz nas horas de lazer? 

Gosto muito de viajar; estar em contato com a natureza é o meu renovo. Estou sempre indo para a minha casa em Quissamã ou para Atafona. Amo estar entre os meus. Tenho um grupo seleto de amigas (as Dinossauras); sempre nos reunimos, viajamos e nos divertimos muito.

BATEBOLA:

– Só rindo  Eleições 2018
– Tristeza é Passageira
– Costuma ler Livros budistas e espíritas
– Palavra favorita Persistência
– Muito criativo  Artesanato dos Quilombolas de Quissamã
– Não te convence  Mentira
– Programa de fim de semana Viajar
– Lugar marcante Veneza
– Mania chata Falar muito alto
– Qual o seu lado bom Afetividade sincera
– E o seu lado ruim Ironia
– Lembrança boa  Meu pai, sempre
– Dinheiro é Segurança
– Você é vaidosa Tenho vaidades particulares (unhas, cabelos, joias)
– O melhor de Campos Estar em casa com os meus
– Bebida que não gosta Martini
– Um presente marcante Meu 1º carro
– Quem deu Meu pai
– Casa ou balada Casa
– Adoraria conhecer Grécia
– Seu estilo de vida Despojada
– Não concorda com  Hipocrisia
– O que admira nas pessoas   Lealdade
– Desacredita  Falas políticas
– Religião Espírita kardecista
– Deus Base de tudo
– Deixe uma mensagem: Não desanimem perante as dificuldades; grandes perdas podem ser grandes oportunidades de renovação e recomeços.
Entrevista da Semana

Folha Estilo

Dr. Everaldo Baptista Monteiro – Advogado

Perfil:

– Qual a sua formação profissional? Advogado

– Faça um breve resumo da sua trajetória profissional. Iniciei como funcionário de escritório, fui para o Banco do Brasil, onde exerci todos os cargos, culminando como Gerente Geral de Agências por 10 anos. Simultaneamente, exerci as funções de Advogado que mesmo depois de aposentado do Banco, continuo advogando até hoje.

– Fale sobre sua área de atuação.  Como Advogado, milito na área empresarial, principalmente em Macaé.

– Defina seu momento profissional atual. Já em fase de encerramento, devido a idade, 78 anos.

– Fale um pouco sobre a sua família. Sou Casado com Da. Vera Lucia Dangelo Monteiro, tenho dois filhos:  Luciana e Everaldo Filho, duas netas:  Alice e Natália. Levo uma vida normal, sem ostentação, mas muito feliz.

– Quem é Everaldo? Uma pessoa bem relacionada, de fácil trato, que vive em função da família, mirando sempre o amanhã e com boas idéias.

– O que faz nas horas vagas? Fico com a família porque tudo que faço é com ela.

Bate-bola:

– Não perdoa quem  –  Mente
– Como gosta de dormir  –  De lado
– Comida preferida  – Filé com batata frita
– Estilo de vida   –   Modesta
– Hora de parar    –   Nunca
– Decepcionante   –   Falsidade
– Doce que não resite  –  Bombocado
– Não dorme sem  –   Jantar
– Tira você do sério  – Caipira despachado
– O que pensa de si   –  Sou extremamente  focado nos meus objetivos e tenho uma vida  sempre voltada para um determinado assunto que é a bola da vez.
– Amigos…  Aquele ou aquela que podemos contar a toda hora, que está sempre presente e serve sem nada pedir
– Gente que faz  –   É aquele que vive uma vida normal mas nunca se esquece do próximo.
– Animal de estimação –   A cachorrinha Madona
– Palavra que não sai da sua boca   –   Servir
– Paixão por…  Filhos e netas
– Vício   –    Não tenho
– Adoraria conhecer   –    O pensamento das outras pessoas
– Gostaria de ser por um dia   –    Piloto de avião
– Local ideal para relaxar   –    Lagoa de Cima
– Música boa   –   Música popular Brasileira
– Pecado   –    Não sei porque não me julgo
– Religião  –    Católica
– Deus       –     Está dentro de mim em todas as ocasiões
– Deixe uma mensagem:   Tão bom se as pessoas tivessem a audácia dos maus e vivessem sem ter vergonha de ser honesta.

Designer: Aldir Mata

Fotos: Fernando Cerqueira e arquivo do entrevistado

Entrevista da Semana

Entrevista da semana

Eliana Mancini – Fonoaudióloga

Perfil:

Qual a sua formação profissional? Me formei em fonoaudiologia no ano de 1981 no Centro da Terapia da Palavra Henry Dunant, no Rio de Janeiro. Posteriormente me especializei em otoneurologia, na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Quando retornei para Campos tive a oportunidade de trabalhar com o doutor Irineu Dias, que me trouxe bastante experiência e conhecimento na área referente ao Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH); foi quando passei a participar de diversos cursos sobre o tema. Então me especializei em audiologia, trabalhando com diversas marcas de aparelhos auditivos e cursando os treinamentos oferecidos.

– Fale um pouco sobre a sua trajetória profissional. Escolhi fazer fonoaudiologia por sugestão do meu cunhado, Magid Abud, que, sendo otorrinolaringologista, viu em mim o perfil e vocação para exercer a profissão. Então, como em Campos não existia faculdade que oferecesse o curso, me mudei para o Rio de Janeiro, onde me formei e me especializei. Minha primeira experiência profissional foi no hospital da UFRJ e no hospital São Francisco, no Rio de Janeiro. Em seguida, retornei para Campos, onde passei a atuar em consultório próprio. Sempre gostei de trabalhar com terapia de voz e crianças, mas, por ter trabalhando ao meu lado um otorrinolaringologista, acabei enxergando a necessidade de aperfeiçoar meus conhecimentos na audiologia. Desde então trabalhei em diversos centros auditivos, até que tive a oportunidade de unir minhas duas paixões em um só lugar: a SONORIS, minha própria clínica, totalmente adaptada e preparada para atender tanto pacientes com problemas auditivos, quanto aqueles que buscam terapia por outros motivos.

Fale um pouco sobre a Sonoris. A SONORIS, por se tratar de uma clínica (e não apenas de um ponto de venda de aparelhos auditivos), presta serviços de fonoaudiologia em todos os seus ramos, o que significa realização de sessões de terapia, consultas e acompanhamento. Além disso, também realizamos testes de triagem auditiva e, trabalhamos exclusivamente com os aparelhos Phonak, uma das melhores marcas de aparelho auditivo do mundo, com 70 anos de mercado, onde o paciente poderá adquirir um aparelho seguro e moderno, adequado para o seu caso específico, sem, necessariamente, pagar a mais por isso. A sala de atendimento é um dos nossos diferenciais. O espaço é bem amplo, permitindo que o paciente seja consultado com conforto e segurança. Muitas vezes, na consulta inicial, o paciente deseja estar acompanhado por filhos, noras, genros ou sobrinhos, etc. Então nós conseguimos acomodar confortavelmente até quatro pessoas. Porém nosso grande e incrível diferencial, que nos torna únicos na região, é a sala acústica totalmente tratada, que dispensa o uso de cabines auditivas para a realização da audiometria. Isso significa que o paciente irá ter seu exame realizado exatamente no local que foi acomodado ao entrar na sala de consulta, sem necessidade de cabine auditiva ou qualquer outro espaço fechado.

– Como atua um Fonoaudiólogo? O fonoaudiólogo trata de toda a parte de comunicação, incluindo a oral e a escrita, além do funcionamento de determinadas funções como deglutição, mastigação e respiração. Nos casos da perda auditiva, o fonoaudiólogo é um dos profissionais habilitados para realização do exame de triagem auditiva (audiometria) e o único profissional capacitado para identificar, de acordo com a perda, o aparelho auditivo adequado ao paciente. Da mesma forma, apenas o fonoaudiólogo pode realizar a consulta de manutenção do aparelho auditivo, verificar as queixas do paciente e solucioná-las. No tratamento de pessoas com necessidades especiais ou de crianças, o fonoaudiólogo irá realizar a terapia necessária para auxiliar o paciente a alcançar o seu potencial máximo, auxiliando na comunicação, deglutição e respiração.

– Existe alguma indicação para a procura de um Fonoaudiólogo?  Sim. O fonoaudiólogo deve ser procurado sempre que houver sinais de que algo está errado nas áreas referentes à comunicação, fala, audição, deglutição e até mesmo respiração. Profissionais que trabalham utilizando muito a voz, como professores, por exemplo, devem ficar atentos caso percebam falhas na fala ou rouquidão. Quando a queixa é de perda da audição ou zumbido, o paciente poderá chegar até o fonoaudiólogo encaminhado por um otorrinolaringologista ou espontaneamente. O fonoaudiólogo pode fazer exames e verificar o tipo de perda auditiva, indicando o aparelho adequado para a correção.

– Como faz para equilibrar o trabalho e a vida pessoal? Organizo meus horários para que tenha algumas horas durante a semana com a minha família. Em casa, fazemos questão de fazer as refeições juntos, então, sempre que posso vou em casa para almoçar. Quando não estou trabalhando, gosto de reunir minha família para cozinhar e conversar. Também, não abro mão de estar sempre em contato com minhas amigas, muitas até da época de escola. Quando a clínica foi inaugurada, algumas vieram conhecer e sempre que acontece de ter um horário vago entre um atendimento e outro recebo visitas delas para, pelo menos, um lanche rápido.

– Quem é Eliana? Eu sou uma pessoa muito tranquila. Gosto de pensar que uma das minhas maiores qualidades é saber me manter calma mesmo em situações complicadas. Tenho muita paciência e prazer em tratar de idosos e crianças. Gosto de ver que faço a diferença na vida das pessoas e vibro muito com a evolução e conquistas dos meus pacientes. Atualmente me vejo muito realizada na vida profissional.  Na vida pessoal, sou casada há 30 anos com Ricardo, acredito que seja uma boa esposa e me orgulho muito de tudo que construímos juntos. Também me considero uma boa mãe para minhas duas filhas, Aryta e Lygia e uma ótima sogra para meus genros, Paulo e Vinícius, que são como filhos para mim. Porém, desde outubro de 2017, descobri a minha melhor versão: avó. Sou apaixonada pelo meu neto Benjamin. Ser avó foi uma das melhores coisas que já me aconteceram.

– Fale sobre a sua família. Minha família sempre soube da importância do meu trabalho para mim. Meu marido, Ricardo Salim, está ao meu lado há 30 anos, me apoiando e dando suporte incondicional. Foi um dos primeiros a me apoiar quando recebi a proposta para integrar o time da Sonoris, com a realização da Sonoris Campos. Minhas filhas, desde pequenas, dizem sentir orgulho da mãe e ambas escolheram trabalhar e lutar por seus objetivos, sem que isso atrapalhe suas vidas familiares. Hoje, minha filha mais velha, Aryta, trabalha comigo na Sonoris, e é quem resolve toda a parte administrativa e burocrática da clínica. Já minha filha mais nova, escolheu uma profissão muito semelhante a minha, e é uma excelente médica otorrinolaringologista, onde podemos conversar e trocar experiências profissionais. Além disso, encontro muita motivação na alegria do meu neto Benjamin, que me faz querer ser sempre melhor e um bom exemplo para ele, trazendo isso para minha vida profissional e meus pacientes.

– O que costuma fazer nas horas de folga? Meus momentos de folga aproveito com minha família, especialmente com meu neto. Eu também adoro ver filmes e séries. Sou uma pessoa que prefere não sair muito, gosto de ficar aproveitando minha casa e descansando.

Eventualmente, saio com amigas para um café ou cinema. No verão, adoro curtir o sol passando um tempo na piscina, ou indo para a praia, quando viajamos. Também aproveito a família reunida e meus momentos de folga para cozinhar o que a gente mais gosta. Fazemos noites com comida japonesa, risoto ou comida árabe.

Bate-bola:

O que te irrita: incompreensão

Não consegue mudar: Gostar de acordar muito cedo

Melhor amigo (a): Minhas filhas, Aryta e Lygia

Elegante: Ser feliz

Sorte é… poder ver meu neto, Benjamin, todos os dias

Esporte que pratica: Pilates

Seu estilo de vida: Prática

Comida que gosta e sabe fazer:  Comida árabe

Nome bonito: Aryta, que também era o nome da minha mãe
Te assusta: Violência

Maior mico que já pagou: Sou propensa a quedas. Já levei muitos tombos por aí, rs

Não sai de casa sem: Brinco

Seu momento atual é de… Trabalhar muito e curtir meu neto

Saudades de: Ter meus pais e meus sogros comigo

Não gosta de: Leite

Brasil: Incerteza

Política: Se empregada corretamente, poderia ser a solução do nosso país

Dinheiro: Necessário, mas não é tudo

Felicidade é: Estar em família

Motivo de vergonha: Notícias de violência no Brasil veiculadas no exterior

Religião: Católica

Família: Minha base

Deus: Uma certeza

Deixe uma mensagem: Acredito que tudo feito com amor tem como resultado o sucesso. Por isso, coloque amor em tudo que faz.

Designer: Aldir Mata

Fotos: Fernando Cerqueira