Etiqueta

Como usar o copo correto

​Olá, amigos. Vamos falar de mesa posta? Então o tema hoje são copos,​ taças e xícaras. Você sabe qual é o copo correto para cada tipo de bebida?​ E a xícara? Sabe como manuseá-los corretamente? Se não sabe, não tem​ problema. O Blog da Vânia vai te ensinar.

Copo de mesa

Há 5 copos considerados copos de mesa, pois servem para bebidas que​ acompanham as refeições. Eles são: taça de água (ou suco e refrigerante),​ taça de vinho tinto, taça de vinho branco e taça de licor. O licor pode ser​ ​servido na sala, mas há pessoas que preferem servi-lo à mesa, por isso, ele​ tanto pode ser usado na mesa como no bar. Aliás, os copos de mesa​ podem ser utilizados no bar, também.

Segurando taças

Seguramos as taças pela haste, nunca no corpo do copo, principalmente​ se o conteúdo for vinho. Isto porque a temperatura quentinha de nossa​ mão rapidamente aquece a bebida, que deve ser servida geladinha.

Copo de bar

Estes copos são usados apenas no bar pois não acompanham refeições,​ mas iscas. São utilizados para whisky, caipirinha, margherita, coquetéis de​ fruta, cachaças e muito mais.

Taças de Champagne

São duas taças: flute e cálice. A flute é estreita e alta, para preservar o​ borbulhar dos espumantes. Já o cálice, curto e largo, é ideal para quem​ prefere sentir o agradável aroma da bebia.

Xícaras

Essas são bastante conhecidas. Temos xícaras de chá (as maiores), as de​ café (as menores) e as de cappuccino (finas e compridinhas). Dê um jeito​ de baixar esse dedinho mindinho porque é deselegante coloca-lo para​ cima. Quem te contou que é chique te enganou. Se você vai tomar o​ cafezinho no sofá, não deixe o pires na mesa de apoio. Traga os dois juntos.

E aí, pessoal. O que acharam das dicas da professora de etiqueta Débora Batista?

Aguardo os comentários 🙂

Etiqueta

Como se comportar no dia a dia

​Olá amigos do Blog da Vânia. Hoje vamos falar de etiqueta social nas ruas. Quando você estiver andando por aí, esbarrando em pessoas, lembre-se de que não é o dono do mundo e respeite os espaços. Limite-se ao seu e tudo dará certo, ok?

No ônibus ou metrô

No interior do Brasil é um pouco questão de classe social. Nem todos andam de ônibus mas estudantes de muitas camadas da sociedade costumam andar. Nos grandes centros, é mais comum que as pessoas deixem o automóvel em casa e se aventurem nos coletivos. Quando estiver em um deles, mesmo no metrô, lembre-se que a vaga sentado é preferencial de idosos e mulheres. Quem disfarça olhando para a janela o tempo inteiro é deselegante sim.

Outra etiqueta para os coletivos é a respeito da Comunicação. Fale ao telefone apenas em tom de voz bastante baixo. Se estiver em viagem, apenas de recados ou utilize as teclas do whatsapp. Falar incomoda os demais passageiros. Se vai ler um jornal, não o abra inteiro, invadindo o colega da cadeira ao lado. Aprenda a dobrar bastante o periódico até que ele fique apenas no espaço do seu colo.

Taxi

O lugar de sentar no táxi é no banco de trás, no lado oposto ao do motorista. Desta forma a comunicação fica facilitada e a visibilidade entre passageiro e taxista é muito melhor. Se for um casal, o homem deve sentar nesta posição. Se houver lotação completa, preferencialmente um homem ocupa o banco da frente.

No elevador

Não se apresse para entrar no elevador quando as portas se abrirem. Lembre-se que provavelmente alguém irá sair dele. Se entrar e já encontrar outras pessoas ali, dê um cumprimento geral. Quem já está ali deve dar um passinho para trás, para que todos se acomodem bem. É tão óbvio mas podem acreditar: parece que metade das pessoas não fazem isso e ficam olhando pro teto.

Em calçadas ou corredores de lojas e supermercados

Quando encontrar amigos na rua ou numa loja e a conversa esticar, procurem um canto para ficarem. É horrível quando grupos se sentem o dono da calçada ou do corredor e não deixam ninguém passar por ali. Atenção, homens… vocês sempre próximo à rua. Mulheres próximas aos prédios, por proteção. O mesmo vale para crianças e idosos.

Comer na rua

Nem pensar! Sair andando apressado comendo dentro de saquinhos não é nada elegante. Vai que esbarra em alguém e tudo cai no chão? E o pior… se alguém derrama o refrigerante na sua roupa? Nas empresas, é legal ter um refeitório. Se não há, combine com aquele colega que tem uma sala reservada e não atende ao público para almoçar por ali. Nunca almoce em atendimento.

Subindo e descendo escadas

Mulheres sobem na frente. E descem atrás dos cavalheiros. O motivo é bem simples: o homem deve servir de apoio, para evitar algum deslize, escorregão, ou mesmo, para que a auxiliem com seus sapatos de salto.

E aí, pessoal. O que acharam deste post?

Beijinhos e até a próxima!

Etiqueta

Etiqueta no namoro

Há boas maneiras para tudo na vida e por que não no namoro? A regra é​ a mesma: não faça aos outros o que não gostaria que fizessem com​ você. Respeite o espaço das pessoas e coloque limites em você mesmo. Com este princípio básico, tudo dá certo.

Zona de perigo

Tá sozinho e muito a fim de paquerar? Vá com calma para não​ parecer desesperado. Em qualquer relacionamento, no início tudo são​ flores. O problema está no depois. Quem é precipitado, não chega desconfiado e começa a aproximação com uma avaliação do possível​ parceiro, pode entrar em furadas. Saia antes como amigo, estude o​ comportamento da pessoa a dois, em grupo, em família. Isso pode te livrar de entrar numa enrascada. A princípio está tudo bem? Ent​ão mergulhe de cabeça e seja feliz.

Parceiro proibido

Vale tudo no amor? Não vale não, minha gente. Há situações em que​ namorar pode ser uma tremenda furada. Evite namorar com o colega​ de trabalho, com o ex da amiga, o ex da prima. O ex da irmã? Nem pensar! Tem muito homem e mulher sobrando nesse mundo. Calma​ que você vai achar um pra chamar de seu.

Aplicativos

Tem gente que acha que nos aplicativos só há gente querendo sexo.​ Será? Ou o problema está na forma como você se oferece na rede?​ Tente colocar roupas sérias, fotografias em família. Evite muita pele à exposição, biquínis e bumbuns à vista. Mordidinhas nos lábios, foto só​ do torax? Nãaaao. A probabilidade de atrair pessoas sérias será bem​ maior.

Ele mora sozinho

Se o boy mora só, deixe que ele dê o primeiro passo para te oferecer​ mais privacidade. Não vai se oferecendo pra passar a noite inteira,​ não apareça com uma escova de dentes nem peça uma gaveta para guardar suas roupas. O espaço é dele.

Ele mora com os pais

Se sua namorada mora na casa dos pais, o respeito que já deveria existir​ deve ser ainda maior. Telefonemas só das 8h às 22h. Evite chegar de​ surpresa. Evite aparecer na hora do almoço sem ser convidado. Controle
os carinhos e, principalmente, a sonoplastia no quarto. Nada te chamar os​ pais dela (e) de tio, ou tia.

Privacidade

Controle sua curiosidade. Não fique à procura de objetos nos bolsos. Não​ futuque carteiras, agendas, celulares. Não fique prestando atenção nas​ conversas ao telefone. Se não confia na pessoa, parta pra outra. Não é​ nada legal estar com quem não nos transmita segurança.

O que acharam da matéria da minha colaboradora Débora Batista?

Etiqueta

A roupa e seu corpo – Parem de brigar

​Você é vítima da moda? Gosta de usar tudo o que acabou de aparecer a sua revista preferida? Quer correr para comprar o que a mocinha da novela está usando? Nada mal seguir a moda, mas saiba que, para ser elegante e ficar de fato bonita, você precisa aprender a respeitar o seu corpo e aceitar o que fica ou não bem nos seus contornos. Afinal, você quer estar na moda ou ficar bem vestida?


Já repararam como a Rainha baixinha Elizabeth só usa roupas monocromáticas? 

Moda e elegância

Moda é uma tendência mercadológica. A moda existe para estimular o consumo. Se não fosse a moda, só precisaríamos ir às compras quando nossas roupas estivessem mega usadas, ou se não nos servissem mais por quilinhos a mais ou a menos. Mas a moda está lá, nos comerciais da TV, nas aparições da famosa e também na sua amiga. Ai, que inveja! Rs. E se você não resiste à idéia de não ficar “datada” com aquela roupa antiga, você corre para a loja.

Roupas monocromáticas vestem bem mulheres baixinhas

Elegância

Elegância passa longe de moda. Ser elegante vai muito além de moda mas está presente nos gestos e no comportamento. Porém, quando o assunto é elegância, a pessoa tem algumas características definidas, como asseio, cuidados (esteja limpa, bem passada, sem botões caindo e fios soltos).


Abuse dos recortes horizontais na silhueta se você é mais alta do que
gostaria.

Cuidados essenciais para ela

Não saia de casa com unhas descascando. Se uma quebrou, corte todas as outras. Cuide da pele para que pareça saudável. Passe ao menos um pó, rímel e batom cor de boca. Ah, e antes, não esqueça do filtro solar.
Organize os objetos dentro da bolsa em nécessaires. O calçado deve estar em boas condições de uso e o saltinho também.

Cuidados essenciais para ele

Faça a barba, moço. Não precisa ter o rosto lisinho, mas os pelos alinhados e desenhados. Providencie bainhas para sua calça. Nada mais feio que sair levando a sujeira da rua por onde passa, naquela calça que vai para baixo da sola do sapato. Mantenha as unhas limpas e curtas. Cuide do hálito, por favor!


Se você está com barriguinha, aposte na camisa pra fora da calça. A terceira peça (camisa aberta ou jaqueta) também é legal porque faz um corte vertical que afina a silhueta. 

Aprenda a se vestir

Tá gordinha? Prefira uma blusa mais soltinhas, que não marque os pneuzinhos. Fuja das transparências. Tá magrinha? Abuse dos babados, drapeados, franzidos, tecidos volumosos e cores claras. É baixinha? Monte um visual monocromático, sem muitos cortes horizontais na silhueta. É alta? Use uma cor na blusa, outra na calça. Você vai ficar linda de botas! Tem barriga? Evite blusa por dentro ou cintos. Gravata borboleta fica ótima para eles. E no mais, estou aqui pra te dar ótimas dicas em aulas personalizadas. Use seu corpo a seu favor, nunca contra você.

Se você é alta abuse de dois tons ou recortes horizontais

E aí meus queridos, gostaram da matéria que a minha colaboradora Débora Batista preparou?

Se curtiram compartilhem em seus redes sociais 🙂

Beijinhos carinhosos até a próxima.

Etiqueta

VAMOS FALAR DE MESA POSTA!

Olá, amigos! Aqui é a Débora Batista chegando mais uma vez no Blog da Vânia para conversar com você sobre Etiqueta e Mesa Posta. Fazer uma mesa bonita está na moda. E que moda gostosa! Sou apaixonada pelo tema há vários anos já e quero dividir algumas dicas com vocês.

O mercado hoje traz um leque de opções de capas de sousplats, jogos americanos, toalhas com estampas divertidas ou clássicas, talheres, louças e taças lindas. Não é disso que vou falar hoje. O que quero compartilhar aqui é o que deve e não deve ser feito na hora de montar a mesa. Vamos lá?

Não leve embalagens para a mesa

Tem pessoas que, para bem receber, vão à padaria mais gostosa da cidade e retornam cheias de guloseimas, com o maior carinho do mundo. Mas colocam tudo na mesa com plásticos e até com etiqueta de preço. Esta
não é a maneira elegante de servir. As lojas estão cheias de cestinhas de pão, potinhos de louça, vidro, de funny design… pra você colocar o que for necessário: biscoitos, bolos, manteigas, pastas, geleias etc.. Há produtos até que são vendidos em vidros bonitos e você pode mantê-los ali. Outros, no entanto, devem continuar na cozinha.

Tire os produtos da embalagem para levar à mesa. O pão pode ir em cestas ou tábuas.

Mesmo produtos comprados podem ganhar um toque caseiro. Decore bolos e pudins com caldas e frutas.

Levando objetos à mesa

Na hora de levar muitos copos à mesa de uma vez só, utilize uma bandeja. Nunca coloque os dedos dentro dos copos para ficar mais fácil carrega-los.

Retirando objetos da mesa

Nunca raspe os pratos com o garfo, concentrando a sujeira num deles. Isso é nojento de se fazer na frente dos convidados. Desde este serviço para a cozinha. O prato vai ficar sujo embaixo sim. Ele vai pra água,
mesmo.

Colheres e espátulas

Não deixe talheres dentro de xícaras, mas no pires sob elas. Não deixe talheres. O mesmo deve ser feito com relação ao pote da pasta. Preste atenção quando for a um restaurante self service. A comida é disposta em travessas e os talheres ficam em pratos à parte.

Não deixe a colher dentro da xícara.

Tanto a colher quanto o lixinho do chá e açúcar ficam no pires.

Restaurante correto é assim: talheres ficam em pratos, não ficam na
comida.