Entrevista da Semana

Entrevista da semana

Dra. Verônica  Lima – Médica 

Perfil:

– Qual a sua formação profissional? Sou médica formada pela FMC; fiz 1 ano de clínica médica na Santa Casa do Rio de Janeiro, 3 anos de residência médica no IAMSPE/ HSPE em São Paulo, sou especialista em Patologia pela Sociedade Brasileira de Patologia / AMB e MBA em gestão de Saúde e Administração hospitalar.

– Como se deu a escolha pela profissão? Eu adoro estudar. Meu pediatra era daqueles grandes médicos sempre dispostos a escutar. Eu era fascinada por ele e pelo exemplo de ser humano que ele era. Resolvi que seria igual (risos!). Sou a 1ª médica da família.

– Fale sobre a sua área de atuação. A Patologia é especialidade médica pouco conhecida pelo leigo. O médico patologista vem saindo da invisibilidade que o confinava àquele profissional por trás do microscópio que só elaborava laudos. Hoje é elemento central no protagonismo do manejo adequado dos pacientes. A integração da especialidade nas equipes multidisciplinares e a adoção de técnicas moleculares no diagnóstico histopatológico são aspectos que melhoram os resultados para o paciente e aceleram seu processo de cura. O médico patologista tem papel fundamental junto a outras especialidades, sobretudo a cirurgia e a oncologia. A atualização e muito estudo são constantes nessa área.

– Como administra o seu dia desde a hora que acorda? Eu faço uma programação. Nem sempre funciona, mas o ser humano é adaptável.

– Quem é Veronica? Eu brinco e digo que sou gente fina, elegante e sincera. Nessa vida eu tenho muito mais do que preciso e vivo agradecendo por isso, e quanto mais eu agradeço, mais coisas boas acontecem.

– Fale sobre a sua família. Tenho uma família pequena. O José Francisco, o Kiko (meu menino grande, parceiro de todas as horas há mais de 20 anos) e o João Victor (meu menino “pequeno”).

Bate-bola:

– Te assusta A intolerância.
– Vencedor O brasileiro (o Brasil não é para amadores)
– Maior conquista Minha família
– Palavra favorita Resiliência
– Bebida preferida Vinhos
– Animal de estimação Multi, nosso Yorkshire
– Livro que está lendo O Segredo da Dinamarca
– Qualidade que admira Perseverança
– Seu maior defeito Impaciência
– Esporte que pratica Kickboxing (que descobri há 1 ano) e Pilates que pratico há uns 14 anos
– Mudaria em você A impaciência. A arte marcial tem contribuído muito para isso.
– Se arrepende de… Não me arrependo. Não penso em “mas e se…”. Se não tentar, como saber?
– Medo Barata (essa tive que fazer uma enquete aqui em casa).
– Seu Estilo é… Estilo é um estado de espírito. É ser alternativo, sem muitas regras e divertir-se com isso.
– Sucesso é… É olhar o passado e estar grata com o presente.
– Outra profissão que gostaria de ter Eu já quis ser arquiteta. Hoje não me vejo fazendo outra coisa além da Patologia.
– Amigo (a) inseparável Tenho um pequeno e seleto grupo, mas melhor não citar nomes pra outros não ficarem chateados.
– Detestável A corrupção que assola a nação
– Campos A cidade que me acolheu por duas vezes e espero que melhore muito em todos os aspectos.
– Estilo de música Jazz e Blues
– Saudades Da infância
– Não acredita No impossível
– Jamais faria Pular de pára-quedas. Nem pensar…
– Religião Caminhos diferentes que cada um escolhe para chegar ao Criador.
– Deus Tem vários nomes, mas é essencial
– Deixe uma mensagem Sejamos propagadores do Bem, do respeito mútuo e da gentileza.

Designer: Aldir Mata

Vania Carvalho

Escrito por Vania Carvalho

Campista, caçula de uma família de 9 filhos, casada há 23 anos com o advogado Ralph Pessanha e mãe de Bianca e Bruno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *