Entrevista da Semana

Entrevista da semana na Folha Estilo

Dr. Roberto Gomes Batista – Advogado

Perfil:

– Qual a sua formação profissional? Sou Advogado graduado pela Faculdade de Direito de Campos, com pós graduação em Direito Tributário pelo LFG.- São Paulo, formado em Contabilidade pelo extinto Colégio Comercial de Campos. 

– Em que momento o Direito entrou na sua vida? Logo que me aposentei adquiri o habito de ler as obras de Sócrates e Platão visando lapidar meus conhecimentos sobre ética, justiça e virtude. Através da filosofia e da sociologia aprendi que o homem é um ser social e, por sua natureza, necessita da presença do outro para firmar-se como um ser pensante. Percebi que o Direito e o homem se influenciam mutuamente e que também possui importante missão, servindo como instrumento para gerar a paz e harmonia na sociedade humana. A partir de então me encantei pelo estudo do Direito.

– Qual a sua área de atuação? Trabalho na Área do Direito Previdenciário e Direito Tributário.

– O que torna difícil o desempenho da profissão? A burocracia criada por alguns servidores do judiciário, provocando morosidade na tramitação do processo.

– Faça um breve resumo sobre a sua vida profissional. Atualmente sou Advogado com especialização em Direito Previdenciário e Tributário, atuando na Justiça Federal do Rio de Janeiro, nas Subseções Judiciárias de Campos, Macaé, Rio das Ostras, Nova Iguaçú e São João de Meriti. Na profissão de Contador, encerrei minha carreira na Petrobrás, quando foi admitido por concurso público no ano de 1982. Fui lotado no Setor de Contabilidade, Setor Tributário e ultimamente no
Setor Financeiro até a aposentadoria. Como colaborador, atuei por mais de cinco anos na Comissão de Licitações da Gerência de Suprimentos da Petrobrás-Macaé.

– Como administra o seu dia a dia? Numa jornada de trabalho em média de 10 horas por dia, presto atendimento aos clientes na parte da manhã. Estou presente nas audiências, que sempre ocorrem à tarde. No tempo restante, me dedico à pesquisa da legislação e à consulta aos andamentos dos processos. Com o suporte da minha secretaria e da advogada assistente, administro nosso escritório.

– Fale sobre a sua família. Agradeço a Deus por ser filho de Miguel Batista e Maria das Dôres Gomes Batista, os quais, oriundos de famílias de pouco poder aquisitivo, não deixaram de investir na educação dos filhos, razão para serem homenageados no Capitulo VI do livro “ The Brazil Reader History, Culture Politics “ escrito por Robert M.Levine and John J.Crocitti, editors. Minha sobrinha Rosane Batista Pereira é fruto desse investimento, na ciência, na virtude e no labor, pois, é Mestre em Filosofia e foi professora e pesquisadora da Universidade de Miami de 1997 a 2002. Sou bastante grato a meus pais que me ensinaram a superar os obstáculos e encontrar os melhores caminhos para a vida. Sou casado com Zeli Jacintho, que sempre foi o meu esteio para enfrentar os desafios de cada dia para cumprir a sublime missão do advogado, que consiste provocar a justiça para dar a cada um o que é seu, sem olvidar que o seu de cada um é o direito de todos à felicidade.

– O que faz nas horas vagas? Gosto de viajar e receber minha família e amigos, compartilhando os bons momentos da vida.

Bate-bola:

– Abomina: A injustiça
– Maior conquista: Aos 60 anos de idade, ser inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil.
– O que te deixa sem graça: Encontrar amigos de infância e não lembrar o nome.
– Miséria é…não ter saúde, não ter família, não ter amigos.
Time: Clube de Regatas Flamengo.
– Ainda te assusta: O desmatamento desordenado da Amazônia.
– Insuportável: A mentira
– Marcou a sua vida: A comemoração dos 90 anos da minha mãe.
– Campos: Espero, futuramente, voltar a ser uma grande produtora de açúcar e etanol.
– Seu momento profissional. O melhor momento foi quando recebi a carta da aposentadoria, onde passei a ser chefe de mim mesmo, me tornando apto a transmitir meus conhecimentos acumulados ao longo dos anos. Tive a oportunidade de me dedicar ao trabalho comunitário, me afiliando ao Lions Clube de Campos.
– Bebida preferida: Vinho
– Não bebe: Bebida destilada
– Não perdoa: A desonestidade
– O que mudaria em você: Por ora, nada. A menos que pudesse receber, por exemplos, os poderes divinos para me tornar um super-homem.
– Se pudesse voltar no tempo o que faria diferente – Caminhar pelas areias do Pontal de Atafona.
– Se não fosse advogado seria – Músico
– Qual o seu lema: Viver a vida em família, aproveitando os bons momentos e sempre preservando as amizades.
– Felicidade é: ” Ter saúde, conhecimento e boa sorte “
– Família: É o primeiro degrau para enfrentar a escalada da vida.
– Pessoa importante: Minha esposa
– Mulher elegante – Emma Watson (atriz) 
– Livro que recomenda “O profeta” de Khalil Gibran
– Religião – Católica
– Deus: Sempre presente na minha vida.
– Deixe uma mensagem: “Não há poder maior no mundo que o tempo: tudo sujeita, tudo muda, tudo acaba.”- Padre Antônio
Vieira ( 1608-1697).

Fotos: Fernando Cerqueira

Vania Carvalho

Escrito por Vania Carvalho

Campista, caçula de uma família de 9 filhos, casada há 23 anos com o advogado Ralph Pessanha e mãe de Bianca e Bruno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *