Entrevista da Semana

Entrevista da semana


Dra. Lygia Mancini – Médica Otorrinolaringologista

PERFIL:
Formação profissional. Me formei como médica na Faculdade de Medicina de Campos em 2013; em seguida me especializei em otorrinolaringologia no Rio de Janeiro. 

Ser médica foi uma escolha de infância? Sim. Nunca pensei em outra profissão. Desde criança sabia que iria ser médica; era o meu sonho e fiz de tudo para que isso se tornasse realidade.

Fale um pouco sobre a sua especialidade. A otorrinolaringologia é uma especialidade médica que, descrevendo de forma bem simples, cuida do nariz, das orelhas (ouvidos) e da garganta. Isso significa que tratamos de problemas relacionados a sentidos e funções básicos, porém, fundamentais, como audição, equilíbrio, fala, olfato e respiração. Costumo dizer que a otorrinolaringologia exige muita paixão e dedicação. O médico deve estar sempre atualizado, já que contamos com constantes inovações, tanto no que se refere a exames quanto a procedimentos e cirurgias. Sempre existe um novo desafio e algo a ser estudado e aplicado. Por outro lado, em alguns dias, dentro da especialidade, sua função será realizar o mesmo procedimento várias e várias vezes, de forma que, se o médico não gosta de verdade daquilo, o trabalho irá se tornar insuportável.
O que me faz ser completamente apaixonada pela otorrinolaringologia é justamente o fato de que tanto posso estar realizando uma conduta rotineira quanto algo absolutamente inovador, o resultado esperado é sempre uma melhora significativa na vida do paciente. Fazer a diferença na vida das pessoas foi o que me fez querer ser médica desde sempre.  

Como saber se estou precisando procurar um especialista? Sempre que o paciente estiver com alguma queixa relacionada ao nariz, orelhas ou garganta, é hora de procurar um especialista. Como já mencionei, funções e sentidos muito importantes podem estar sendo afetados. Por isso, atenção à audição, ao equilíbrio, à fala, olfato e respiração. Dificuldades nessas funções são um sinal de que algo não está bem e é necessário buscar um médico.

Quais são as queixas mais frequentes em seu consultório? A época do ano e o clima influenciam muito nas queixas ouvidas pelo otorrinolaringologista. Porém, sem levar isso em consideração, acredito que mais frequentemente atendo queixas relacionadas à perda auditiva, incômodo por acúmulo de cera nas orelhas ou por secreção nasal e dores de garganta (em geral). 

Tem alguma dica para de saúde que gostaria de dar para os meus leitores? Tenho uma dica muito simples, mas, que traz inúmeros benefícios: lavar o nariz com soro fisiológico como parte da rotina. É algo que poucas pessoas fazem. Muitas mães, por exemplo, são orientadas pelo pediatra a lavar o nariz dos filhos, o fazem, mas, esquecem delas mesmas.

Quem é Lygia? Eu sou uma pessoa muito ativa. Se tenho que fazer várias coisas em um só dia, isso não me desanima. Muito pelo contrário, detesto ter pendências, então faço tudo o tem que ser feito logo.  Também sou muito sincera. É muito difícil para mim mentir, portanto tento ser direta e honesta, com cuidado para não parecer arrogante ou magoar outras pessoas.
Não tenho necessidade de ser o centro das atenções e me considero muito discreta. Gosto muito de sair, mas também tenho o maior prazer em receber convidados em casa e cozinhar.  

Como é o seu dia a dia? Meu dia a dia é sempre corrido. Minha semana já começa com plantão, por isso, segunda-feira desde cedo já estou trabalhando muito.
Assim, de um atendimento a outro, de um exame a outro, entre o horário que saio do trabalho até a hora que retorno, encaixo as atividades que gosto, como cuidar da minha casa, visitar meus pais, estudar, ler e aproveitar o tempo que tenho com o meu marido.  

Fale sobre a sua família. Sou a filha caçula. Tenho apenas uma irmã, Aryta, que é um ano mais velha do que eu. Meus pais, Ricardo e Eliana, estão casados há mais de 30 anos. Meu pai é advogado e minha mãe é fonoaudióloga. Minha mãe, além de excelente profissional é um ser humano incrível. A escolha da minha especialidade tem muito a ver com a especialidade dela e de como a observei desde que eu era criança.
Me casei há pouco mais de um mês. Meu marido, Vinícius, também é otorrinolaringologista. O admiro cada vez mais, tanto como profissional quanto como pessoa. Sempre trocamos experiências profissionais e conversamos sobre tudo. Nós somos muito parecidos. Adoramos cuidar da nossa casa, experimentar receitas e receber amigos. A mudança do Rio de Janeiro para Campos está nos fazendo descobrir outros hobbies e explorar novas atividades.

O que faz nas horas vagas? Gosto muito de cozinhar. Sempre procuro novas receitas. Também adoro fazer alterações em receitas clássicas e ver o resultado.
Amo viajar. Eu e meu marido gostamos bastante de praia. Nas horas vagas eu leio bastante, recebo minha família e amigos em casa, viajo para visitar a família do meu marido ou para conhecer novos lugares.

BATE-BOLA:

– Precisa de mudança: Brasil
– Nome marcante: Benjamin 
– O que te faz parar: É muito difícil eu parar (rs)
– Não deve se tornar realidade: Desvalorização da classe médica.
– Defina-se em uma palavra: Sincera
– Gasta muito com… Coisas para a casa.
Que defeito é mais fácil de perdoar: Impulsividade 
– Lema de vida: Faça a vida valer a pena
– Perfume: Flower by Kenzo
– Doce preferido: Brigadeiro  
– Amor sincero: Gatos
– Mar ou piscina: Mar
– Verão ou inverno: Verão
– Te impulsiona: Saber que ainda tenho muito para realizar 
– Ser feliz é… Poder trabalhar com o que ama com saúde. 
– Família: Tudo 
– Atividade favorita: Estar entre amigos 
– 2019: Ano de solidificar e dar continuidade a tudo que fiz em 2018
Se não fosse médica seria… Nunca pensei em ser outra coisa
– Motivo de vergonha: A corrupção no Brasil
– O que admira nos amigos: A presença nos momentos importantes
– Religião: Católica
– Deus: Único caminho
– Deixe uma mensagem: Não deixe para amanhã o que pode ser feito hoje.

Designer: Aldir Mata

Vania Carvalho

Escrito por Vania Carvalho

Campista, caçula de uma família de 9 filhos, casada há 23 anos com o advogado Ralph Pessanha e mãe de Bianca e Bruno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *