Educação

Inclusão escolar na Prática

​O post de hoje vai falar sobre o objetivo do evento II Jornada Pedagógica Brilhantemente, promovido pela Empresária e Advogada Keila Chicralla.

Na primeira jornada, que foi com o Dr. Clay Brites, leia aqui, o foco foi descrever quais eram os transtornos de aprendizagem.

Inclusão escolar

Nesta etapa, em continuação da anterior, a temática central girou em torno da INCLUSÃO ESCOLAR na prática. A Advogada Keila Chicralla, responsável pela Brilhantemente, falou dos aspectos legais que envolvem tanto os responsáveis pelos alunos quanto os gestores da escola, dando objetividade e clareza a um aspecto tão controvertido e intrincado desta relação.

Exemplos clássicos se manifestam nas seguintes perguntas: pode negar matrícula? Quais documentos deve-se exigir? Pode ser exigido laudo? Temas esclarecidos com base jurídica, até mesmo indicando o dispositivo legal que dá suporte. Tudo de forma simples, para quem não domina o Direito entender facilmente.

Parte pedagógica

Na parte pedagógica, que ficou por conta da Raquel Toniolli, uma das responsáveis pelo programa Mackenzie Inclusivo, foram trazidos de sala de aula os casos que passam pelo programa. É bom que se diga que o trabalho do Mackenzie Inclusivo visa adaptação de prova, adaptação de conteúdo, manejo de turma, como fazer, como lidar com a criança em sala de aula, etc. Também mereceu especial atenção o conceito de que inclusão não é só matrícula; inclusão não se limita na matrícula; que, na verdade, inclusão é para todos aprenderem juntos, só que cada um tem o seu tempo.

E as questões se sucedem, e o evento avança em variedade de assuntos e aprofundamento das abordagens.  Por que que tem que ser sempre escrito?
Por que tem que ser da mesma forma para todos?

Surge, a certa altura, a questão do disléxico, porque a habilidade que estão usualmente pedindo-lhe como forma de demonstrar o conhecimento, que é pela pela escrita, é demasiadamente rigorosa, pois ele tem suas particularidades. Enfim, um evento que funciona como divisor de águas na realidade pedagógica do município.

E para finalizar, a frase da Dra. Keila Chicralla: “Inclusão não se limita à matrícula; sob pena de caracterizar exclusão. Inclusão é todos aprenderem juntos, o que não quer dizer aprender a mesma coisa nem mesmo serem testados da mesma forma.”

Raquel Toniolli e Dra. Keila Chicralla

Fotos: Fernando Cerqueira

Educação

A faculdade Censupeg agora está no Sunflower

​Na quinta feira (08/11) a Direção do colégio Sunflower formada por Bete, Fred Cosato e Aline Parente, receberam Robson Freitas, da Censupeg, para a divulgação dos cursos oferecidos pela faculdade e informações de como será a sua dinâmica.

A faculdade já atua em 295 cidades  com o EAD (ensino à distância), ensino presencial e semi presencial. Bacana demais, não é mesmo?! Um ensino de qualidade e que atende às necessidades do nosso novo mercado. Como ele bem colocou, a nossa cidade tem uma peculiaridade que são as pessoas que trabalham embarcadas, em escala ou plantões. Imagina a facilidade que esse conforto irá trazer.

E outra coisa bastante importante e atrativa são os valores. Mensalidades a partir de 157,00 🙂 Eu estive lá e gostei bastante da proposta. São vários cursos de graduação e de pós graduação. Dá uma olhada no site e se inteire mais sobre essa nova opção de ensino em Campos.

O Sunflower, sempre à frente em termos de educação, completa 10 anos de atividade, exerce com absoluta segurança sua posição de líder em educação bilíngue de alta qualidade pedagógica e nos abre as portas do ensino superior.

Aline Parente, Robson Freitas, Bete e Fred Cosato

Fotos: Vânia Carvalho e Lucas Leite


Educação

2018; novidades no colégio Sunflower!

Quando o assunto é escola para os nossos filhos ou pessoas que amamos e cuidamos, temos que avaliar as condições de ensino, tradição do estabelecimento e atualizações constantes. Nesse aspecto, eu posso dizer que a equipe do colégio Sunflower está sempre se reinventando e investindo em condições propícias para trazer resultados surpreendentes para seus alunos. Vejam o que temos para 2018.Novidades
Mais uma vez o Centro Educacional Sunflower inova na Educação em Campos, adotando o LIV – Laboratório Inteligência de Vida nas turmas a partir dos 4 anos de idade. No LIV o aluno desenvolve o seu pensamento crítico, aprende a lidar com os sentimentos e com o próximo. Cada aula, um novo aprendizado para ajudar cada aluno a se tornar uma pessoa melhor.
O LIV tem como objetivo desenvolver habilidades socioemocionais, indo além da esfera acadêmica, preparando os alunos para os grandes desafios do mundo em que vivemos.

Sabemos que conhecimentos acadêmicos – isoladamente – não são suficientes para alcançar sucesso na vida. É preciso muito mais. De acordo com James Heckman, prêmio Nobel em economia, as habilidades socioemocionais são tão importantes quanto o conhecimento acadêmico, particularmente no que diz respeito ao sucesso profissional e pessoal de cada um.​Matrículas abertas; (22) ​2723-1456 e 9 9824-1316

Educação

TECNOLOGIA “Por um mundo sustentável”

Projeto Interdisciplinar: Semeando Valores

Quando pensamos em quanto a nossa tecnologia está inserida em nossas vidas, chegamos a sentir saudades do passado.
Houve um tempo sem celulares, sem computadores, sem videogames. Uma época em que o trabalho era feito, as pessoas voltavam para casa, assistiam televisão e iam ler, conversar, enfim, viver. Hoje, vivemos uma época em que estar fora da tecnologia é estar fora do mundo. A tecnologia deixou de ser um simples diferencial no trabalho, transformou-se em
obrigatoriedade. Não podemos dissociar a tecnologia da sustentabilidade, uma vez que precisamos estar antenados no processo de evolução tecnológica.

Então, preservar e adotar posturas de sustentabilidade garantem a médio e longo prazo um planeta em boas condições para o desenvolvimento das diversas formas de vida, inclusive a humana.


Na semana passada a equipe do CORE (Colégio Regina) realizou a Feira de Ciências, que para os alunos foi um momento que puderam mostrar toda a sua criatividade e dedicação quanto à confecção dos trabalhos que foram apresentados.
Os alunos estavam acompanhados dos seus professores, que foram os mediadores de todo o processo de pesquisa e elaboração dos trabalhos, através dos quais reforçaram a proposta de Sustentabilidade X Tecnologia visando transformar o nosso planeta em um ambiente propício para a vida.

Fotos e texto: Arquivo Colégio Regina CORE

Educação

ENEM: seus filhos estão prontos?

Gente, se tem uma coisa que deixa nossos filhos agitados (e eu tenho dois que já passaram por isso) é o tal do ENEM. Com isso nós também acabamos ficando apreensivas, e torcendo para que o quanto antes termine tudo e termine bem.

O ENEM, criado pelo MEC em 1998, era usado inicialmente apenas para diagnosticar a qualidade da educação no País. Em 2009 já foi utilizado como forma de acesso ao ensino superior. Atualmente é realizado uma vez ao ano, com inscrição paga, e este ano, pela primeira vez, será realizado em fins de semana distintos. Até o ano passado as provas eram no sábado e domingo do mesmo final de semana; este ano será uma parte no dia 05 de novembro, com Ciências Humanas e Linguagens, além da redação, e a outra no dia 12 de novembro, com Ciências da Natureza e Matemática. Os candidatos se preparam com muito estudo e empenho por anos, e à medida que o dia da prova do ENEM vai chegando a tensão vai subindo. Há quem acredite já haver estudado o suficiente, mas há também quem goste de estudar até o último minuto. Em ambos os casos, é bom saber  que a internet disponibiliza vídeoaulas que tem sido assistidas como forma de complemento ao longo processo de preparação dos candidatos. O professorado é unânime em recomendar uma administração meticulosa do tempo dedicado a cada questão durante a prova; a média lógica é de 03 minutos para cada questão do ENEM, de forma que se o candidato vai mais rápido em determinada questão, dá para se deter mais um pouco em outra, lembrando de reservar tempo para preenchimento do cartão de respostas. Há quem recomende começar pela redação, em seu dia. Com isso, nos resta desejar bons estudos nesta reta final e uma boa prova. É bom lembrar a importância de chegar cedo ao local da prova; aliás, recomendo que seu filho e/ou você consultem https://enem.inep.gov.br/ , e bom ENEM.

Fotos: Internet