Estética

Sobre o meu preenchimento

​No mundo da estética o preenchimento virou uma febre. Depois que aparece aquele aspecto cansado é ideal que se lance mão dele, né?

Minha história

Bom, no post de hoje eu vou falar da minha história. Desde criança tive lábios muito pequenos. Na parte de cima então, quando eu sorria entrava totalmente e não aparecia nada 🙁 Confesso que por muitos anos isso foi um tormento pra mim. Entendia que era por causa da genética, porque minha mãe não tem nada, tadinha. Mas isso me deixava triste.

Só que com o tempo a tecnologia vai avançando e algumas soluções vão surgindo para você amenizar ou até mesmo acabar com uma questão que te incomoda. É claro que nada acontece em um passe de mágica. É demorado o processo. Você tem que está muto certa do que vai fazer e escolher bem o profissional que te passe essa segurança para que o resultado seja satisfatório.

Assim como o botox, levei tempo para decidir fazer, porque sempre tive medo de ficar com aquele aspecto artificial e plastificado que tenho visto em pessoas que erram a mão no tratamento.

Comigo foi aos poucos. O botox já faço há alguns anos (leia aqui), mas o preenchimento tem pouco tempo.
No meu caso foi assim: depois de bastante tempo fazendo o botox criei coragem, também depois de muita conversa com o médico Rodrigo Guimarães da Clínica Espaço Duo, fiz a primeira aplicação.

O preenchimento

Nas olheiras ficou um luxo logo de cara e na boca deu uma leve diferença, mas foi o suficiente para eu lançar mão dos batons com cores mais fortes um pouquinho, rsrs. Na segunda vez ficou melhor ainda; me senti. E agora na terceira ficou um espetáculo. Perfeita a harmonia dos lábios com o meu rosto.

É claro que contei com muita paciência e com o bom senso de Dr. Rodrigo neste momento. Fizemos as aplicações em várias etapas até os lábios ficarem como queríamos.

Resumindo, hoje estou mais feliz com o meu rosto, me sinto bem quando olho no espelho, me realizo usando batons vermelhos (que eu não usava de jeito nenhum quando não tinha lábios) e segura quando ouço das pessoas que estou com uma excelente aparência. Ouvi várias vezes amigos e pessoas do meu convívio que algo estava diferente em mim, mas que não sabiam dizer o que era. Isso é maravilhoso, porque mostra que você corrigiu sem exagerar e errar a mão.

Hoje que a boca desinchou, porque levam alguns dias, tá? Eu selecionei fotos desde quando tudo começou para vocês notarem a diferença.
Se você depois de ler o meu relato criou coragem, procure o seu médico de confiança e converse com ele sobre os seus medos e anseios. Isso não é vergonha ou fraqueza, é simplesmente um comportamento inteligente de quem não quer se arrepender depois 🙂

Na primeira foto sem preenchimento, na segunda com um pouquinho para experimentar e na terceira com mais um pouco
Com os médicos Rodrigo e Leonardo Guimarães da Espaço Duo

Clínica Espaço Duo – Rua Voluntários da Pátria, 500 – 1205 (22) 3026-3311

Viagens

Vantagens de viajar na baixa temporada

​Por que algumas pessoas preferem viajar na baixa temporada? Bom, é porque fazem uma super economia, não tem tumulto nos hotéis e restaurantes, nem ônibus lotado ou aviões com preços altíssimos, ou seja, só coisas boas, né?

5 vantagens de viajar na baixa temporada

1- Economia na alimentação e hospedagem

Você consegue reservar um excelente hotel por um preço bem em conta, isso quando você não encontra aquelas abençoadas promoções. Com menos movimentação nos restaurantes os preços tendem a cair e ficar mais atraentes.

Foto: Euro dicas

2- Passagens mais baratas

Sabe aquelas pessoas que vivem acompanhando os valores das passagens que de vez em quando dão aquela caída e te permitem fazer aquela viagens dos sonhos? Então, isso só acontece na baixa temporada.

3- Excelente atendimento

Sabe quando você recebe um atendimento digno de um rei porque você e apenas mais alguns estão ali naquele lugar? Eu adoro essa parte. Você pede a sua comida e não precisa se estressar porque ela leva horas para chegar. Todos estão à sua disposição. Quer mais?

Foto: Sergarcom

4- Tranquilidade

Quando você está em lugar tranquilo você faz fotos maravilhosas (eu que amo adoro esse momento), não fica se preocupando com os objetos deixados em cima da cadeira ou mesa; relaxa sem aquele alvoroço de hotel lotado; a criançada está em aula (); e , por último mas não menos importante, o casal se dedica mais um ao outro.

5- Consegue descansar

Na baixa temporada você não se aborrece no trânsito, não se desgasta com muito barulho, muita gente falando, som alto e consegue realmente descansar.

Precisa de mais motivos para viajar na baixa temporada? Que tal aproveitar e começar a ver os preços de pacotes promocionais e colocar o pé na estrada?

Beijinhos e até o próximo post 🙂

Moda

A vez das Net Bags

As bolsas no formato Net Bags estão sendo consideradas as bolsas do verão 2018 na Europa. Para os europeus, usar uma bolsa tipo sacola de feira mostrando tudo que está sendo carregado é o barato do momento.

O que vocês acharam? Eu particularmente não curto para usar no dia a dia, como é a proposta. Acho que ficaria legal usá-la para praia e continuar fazendo uso dela para as compras de feira sim 🙂 Se emplacar mesmo como moda casual, eu incluiria uma sacola opaca com aquelas coisitas que não queremos que todos vejam, não é mesmo, meninas?

Fotos: Divulgação Internet

E aí, meus amores, gostaram?

Um beijinho e até a próxima 🙂

Gourmet

Macarrão super fácil e delicioso

Gente, vocês viram no meu storie que eu preparei uma macarronada deliciosa com camarão, né?! Então, como eu sei que muita gente amiga gosta muito também, segue a receita para vocês se deliciarem.

Macarrão Carvalhal

Ingredientes:

– 500 g de macarrão Spaghetti
– 2 caixas de creme de leite
– 1/2 xícara de leite
– 2 cebolas
– 1 cabeça de alho
– Páprica doce
– 1 pitada de pimenta do reino
– 1 colher de sopa de catupiry
– Sal
– Azeite
– Manteiga
– Queijo parmesão

Mode de fazer:

Cozinhe o macarrão com um pouco de sal e reserve.
Na frigideira coloque azeite para fritar o camarão que foi temperado com a páprica, o sal e a pimenta do reino. Não deixe cozinhar demais para não endurecer. Reserve-o e aproveite a frigideira com o “resíduo” do camarão e jogue a cebola, depois o alho, o creme de leite, o catupiry, o leite e o queijo parmesão. Misture bem e acrescente ao macarrão. Por último coloque os camarões. Serve 4 pessoas.

Moda

Quando o usado se faz novo: repaginando as roupas

Gente, olha quanta ideia bacana para mudarmos e até mesmo aproveitarmos aquela roupa que não está dando mais na gente 🙂

Quem não tem em seu armário uma peça que acha linda, que tem por ela o maior amor mas que não pode usar porque não está dando mais em você ou simplesmente não combina mais com seu estilo atual? 

Eu tenho algumas pelas quais morro de carinho e não consigo desfazer. Mas isso não é o fim do mundo. São muitas sugestões bacanas e fáceis. Com elas, você tanto pode colocar apenas um detalhe para enriquecer a roupa da qual você está pra lá de enjoada, como também aumentar dos lados, deixá-la mais comprida… isso sem gastar muito. 

Se você souber fazer, provavelmente terá em casa algum material (pedaços de tecido, fecho eclair, tule, renda…), ou pode pagar uma costureira que seja especialista em conserto para fazer, o que também é bem em conta se você for colocar na ponta do lápis considerando que recuperou uma roupa bonita, de qualidade e que pode ter certeza que ninguém terá igual. Só se copiar a sua ideia, rsrs 

Esta ideia serve para aumentar aquela blusa que está muito justa

 Olha que sacada bacana a renda na blusa básica

Amei este detalhe com os botões. E vocês?

Este detalhe do fecho eclar ficou o máximo, né?

Esta ideia foi para que a blusa ficasse mais comprida. Bacana, né?!

Um mimo estes detalhes com tecido, neh?