Entrevista da Semana

Entrevista da semana

Perfil:

Entrevistados:

Eduardo Linhares – 27 anos, advogado desde 2015;

Bruno Alves – 29 anos, advogado desde 2014;

Pedro Chaloub – 27 anos, advogado desde 2014.

“Somos três jovens empreendedores, corajosos, motivados a promover justiça, preocupados com o próximo e que através de um trabalho sério e honesto acreditam e buscam um futuro melhor e uma sociedade mais justa.”

Formação profissional

Eduardo Linhares – Formado pela Universidade Estácio de Sá e pós graduando em Penal e Processo Penal pela Faculdade Damásio de Jesus/SP.

Bruno Alves – Formado pela Universidade Candido Mendes e pós-graduado em Processo Civil pela PUC/MG.

Pedro Chaloub – Formado pela Universidade Federal Fluminense e pós-graduando em Direito e Processo do Trabalho pela PUC/RS. 

– Como surgiu a ideia de montar a banca Linhares, Alves e Chaloub Sociedade de Advogados?

“Eu (Eduardo) e Pedro atuávamos como advogados contratados por dois grandes escritórios de advocacia. O Bruno, por sua vez, advogava por si só. No fim de 2016, eu, que estudei com o Pedro desde os seis anos, sabendo que ele estava se destacando na seara Trabalhista, o apresentei ao Bruno, especialista em Direito Civil, e lhes expus o projeto. Daí então as conversas avançaram, nos desligamos dos escritórios nos quais trabalhávamos e hoje estamos aqui, sócios.”

– Como administram o dia?

“Dizemos que não há tédio na advocacia. Cada dia nos deparamos com um novo desafio, um novo caso, um imprevisto, uma nova decisão e uma nova urgência. Por mais que habitualmente cheguemos ao escritório às 8h para que possamos sair às 19h, não são raras as oportunidades nas quais saímos do escritório às 22h ou que chegue um chamado de cliente que foi preso em um domingo ou de madrugada. Em outras palavras, o planejamento pode ser desfeito a qualquer momento.”

– Por que escolheram advogar em vez de prestar concurso público?

“Reconhecemos que existem brilhantes carreiras públicas, entretanto nunca pensamos em prestar concurso. Nossa vocação é a advocacia e, na prática, não só descobrimos que realmente advocacia não é profissão para covardes, mas ainda aprendemos que não existe mágica e que estabilidade atende, também, por “trabalho duro”.”

– O que costumam fazer nos momentos de folga? 

Eduardo – Unindo dois hobbies (viagem e esporte), procura viajar para competir e enfrentar desafios.

Bruno – Conhecer novos restaurantes, viajar e praticar atividades físicas.

Pedro – Viajar, ler e se reunir com amigos para apreciar um bom vinho.

– Deixem uma mensagem:

“Acreditamos que para mudarmos o atual cenário social precisamos nos prender a valores, em vez de preços; precisamos fortalecer e propagar princípios morais e éticos e ter a certeza que cada um de nós pode, de alguma forma, colaborar para a recuperação da nossa sociedade.”

Bate-bola: Eduardo

– Não gosta de assistir – Novela

– Comida que sabe preparar – Churrasco

– Time – Palmeiras

– Lugar que gostaria de conhecer – Ilhas Maldivas

– Som que te acalma –  Jazz 

– Um exemplo a ser seguido – Dr. Thiago José Sá

Bate-bola: Bruno

– Não gosta de assistir – Show de talentos

– Comida que sabe preparar – Risoto

– Time – São Paulo

– Lugar que gostaria de conhecer – Grécia

– Som que te acalma –  Los Hermanos

– Um exemplo a ser seguido – Meu pai

Bate-bola: Pedro

 – Não gosta de assistir – Programa de fofoca

– Comida que sabe preparar – Massas

– Time – Flamengo

– Lugar que gostaria de conhecer – Filipinas

– Som que te acalma – Música clássica

 – Um exemplo a ser seguido – Dr. Mauro Bastos

Fotos: Fernando Cerqueira e Jônatas Corrêa

Designer: Aldir Mata

Vania Carvalho

Escrito por Vania Carvalho

Campista, caçula de uma família de 9 filhos, casada há 23 anos com o advogado Ralph Pessanha e mãe de Bianca e Bruno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *