Moda

Luxo com Gilda Wagner

Embora o luxo, a princípio, esteja ligado à ostentação e à exuberância, podemos mudar um pouco essa ótica e trazê-lo para um luxo mais apropriado a realidade da vida atual e do mundo como um todo, com suas variações financeiras, desequilíbrios e mudanças de hábitos.

Já faz tempo em que o luxo era predominante de classes sociais abastadas, onde o dinheiro corria solto, as festas eram fechadas a grupos selecionados, onde nome e sobrenome prevaleciam, principalmente se havia alguma herança nobre. Todos sabemos que o dinheiro mudou de mãos, de nome, de bairro, de cidades e de países.

Hoje vemos uma Europa falida, castelos sendo alugados para festas a preços bem razoáveis, facilidades de se conhecer o mundo através de “pacotes” de excursão, e o mundo do luxo foi-se esvaziando, esvaziando, mas aqui e ali, ainda se encontra um pouco desse “glamour”, através de pessoas que ainda conseguem ter um quê de luxo, um quê de referências e que jamais perderão isso, porque é uma questão de DNA, não adianta!

A moda, é um grande exemplo do que acabo de citar! Uma mulher pode estar luxuosamente vestida, sem que, no entanto, esteja nos grandes salões das festas europeias.Uma mulher pode estar extremamente chique para uma festa de gala, sem, no entanto, estar exageradamente pesada, com roupas muito bordadas, ou extremamente carregadas de brilho. Vamos a alguns exemplos, depois que fiz uma pesquisa minuciosa, indo ao encontro dos maiores nomes da moda mundial:

Vemos aqui modelos sofisticados, extremamente sofisticados, muito luxo, mas com muita beleza, valorização do corpo da mulher, e não somente da roupa.

Muitas vezes, a extravagância apaga a mulher e aparece apenas a roupa, e nem sempre de forma favorável! Prestem atenção na classe, por mais ousadas que sejam; prestem atenção no caimento, na leveza, nos tecidos! Isso é luxo com classe, com “glamour”! Espero ter escolhido bem os meus exemplos, apenas para dizer: luxo é estar bem vestida, e não excessivamente enfeitada! Ok? Até a próxima semana, um beijo e meu carinho.

Fotos: Divulgação

Moda

Moda outono inverno na Baccarat

Hoje, conversava com um amigo querido e grande entendedor de moda (esse é!!!!) e ficamos mais de uma hora no telefone. Conversa gostosa e inteligente é assim mesmo! Começa, sem tempo para terminar!
Falamos, em suma, sobre moda, as voltas que a moda dá e os rumos que a moda toma!

Primeiro, somos ambos, apaixonados por Costanza Pascolato, e embora tenhamos uma diferença grande de idade, pensamos parecido e gostamos bastante das mesmas coisas. E o assunto foi para o lado da banalidade da moda, a confusão que se vem fazendo com ela, a desarrumação dos conceitos, considerados antes quase que “leis”no mundo da moda, e o desconhecimento de muitos do que realmente é moda, a responsabilidade que se tem ao dar opiniões, sugestões e , de certa forma, influências que podem (ou não!) ser adotadas.

Moda e beleza, moda e talento, moda e inteligência, moda e cultura, estão intimamente ligados. O elo é o dom; a liga é o bom gosto; o sucesso é a soma dos dois.

Quem vive de moda precisa, acima de tudo, de determinação, estudo (muito estudo!), conhecimento e bom gosto! Sem isso é impossível você passar para a outra pessoa uma verdade absoluta!

Moda é a realização do corpo através da roupa. É se sentir bela, mas acima de tudo, é estar bem com você e com aquilo que você chama de estilo. Seu estilo, eis a questão! Reconheça-o, descubra-o, aceite-o e use-o. Estilo é para poucos, moda é para muito poucos, mas ser feliz, pode ser para todos! Vamos ser felizes com bom gosto, roupa bonita e confortável, deixando que a roupa que cobre o seu corpo, não apague a sua alma e as suas características! Alma também pode e deve ter estilo!

Até a próxima, com uma matéria LUXUOSÍSSIMA! Aguardem.
Seguem fotos de roupas para o dia a dia, para trabalhar com charme, conforto, demonstrando que a sua competência profissional merece uma roupa à altura!
Grande abraço!

Fotos: Fernando Cerqueira

Roupas e acessórios: Baccarat

Moda

Preto e branco com a Baccarat

Olá, amigos!
Hoje vamos conversar sobre combinações perfeitas, harmonias de tons, cores que jamais saem de moda, como por exemplo, o preto e o branco.

Quem não gosta dessa junção maravilhosa do preto e branco? E tudo porque são cores neutras, sóbrias, clássicas, que se unem numa beleza sem retoques, sem medo de errar, num entrosamento mais que perfeito.

O preto sozinho, é mágico; o branco sozinho, é clássico. E os dois juntos, fazem o charme de uma mulher!

Além disso, beleza, charme, classe, são cores que se adaptam para todas as Estações do ano! Se você está no frio, abuse dos casacos pretos, das calças de montaria e uma bela bota, de boinas, e enrole uma “pashimina” no pescoço! Querida, Paris lhe aguarda vestida assim!

As calças “leggings”, eleitas em 2016 como a peça do ano, pela praticidade e versatilidade, também ficam lindas com botas longas ou médias, dependendo do tempo, horário ou lugar ao qual você pretende ir.

A camisaria branca , bem cortada, com caimento e tecidos nobres, a nada se compara na alfaiataria internacional! Acompanhe com uma linda calça de alfaiataria, coloque pérolas, jogue um “blaser” sobre os ombros, e saia para onde for! Você será a mais chique de todas as presenças!

Adoro preto, branco e preto e branco . Há cores que se aderem à nossa personalidade e ao nosso estilo.Mas, quando você usa cores que só a deixarão bem em qualquer circunstância, é um alívio e um tiro certo, concordam? Costanza Pascolato tem uma célebre frase: “Na dúvida, vá de preto!” E eu complemento: “Ou de preto e branco!”

Aí vão algumas sugestões para vocês, com o meu  carinho.

Baccarat – Gilda Wagner

Fotos: Vânia Carvalho e Inspiração

Moda

No outono com as roupas da Baccarat

Olá! Meu nome é Gilda Wagner, e é um imenso prazer estar aqui, nesse Blog maravilhoso, da minha amiga querida VÂNIA CARVALHO. Fui convidada para falar de moda, assunto que muito me agrada e que, de certa forma, faz parte da minha vida. Até pode parecer que é simples, mas não é.​ ​

A princípio, achamos que a moda está mais ligada ao universo feminino, mas precisamos lembrar que o homem, se tornou muito vaidoso, preocupado com sua aparência e, esse homem que antes achava mais cômodo dar um dinheiro à mulher, hoje, na hora de presentear, ele sai, ele escolhe, e opina, ele compra e, aqui entre nós, um presente ganho assim, tem um valor muito maior.

Minha intenção, nesta coluna, é falar de tudo que se relaciona à moda, dar sugestões, atender de alguma forma às dúvidas que vocês possam vir a ter, enfim, farei aqui o que faço com minhas clientes em minha loja, a BACCARAT: vejo o perfil da cliente, assimilo o que ela quer ou precisa, opino, quando é o caso sugiro um pouco do meu conhecimento e até do meu gosto!​ ​
E, graças a Deus, tem dado tão certo, que até malas para a cliente viajar, eu ajudo a fazer, compondo com roupas apropriadas e nunca desnecessárias. Super legal!

Moda não é tão simples como se pensa! Moda é uma coisa;​ ​
modismo é outra! Moda é um CONCEITO que possui normas e mandamentos.​ ​
Podemos sim,”brincar” com ideias e nossa imaginação (afinal, o que seria do azul se todos gostassem do vermelho?!), mas não podemos extrapolar esse conceito! É aquela velha história: …”hay que endurecerse,​ ​pero sin perder la ternura jamás!” Vamos ousar, vamos inovar, vamos acompanhar os caminhos ditados pela moda, mas não vamos bagunçá-la.Tem muita gente confundindo as coisas por aí. Eu digo sempre às minhas clientes:​​
usem o que lhes deixam fe​lizes, usem as coisas que lhe favorecem. Daqui pra frente vai ficar mais frio.
​ ​
Essa é a chave de todos os segredos! Aí vocês me pedem algumas dicas para o Outono que está chegando.​ ​Da​qui pra frente, vai ser muita fica.​ ​
Hoje, para começar, vou mostrar algumas peças da AMARRAS/HELÔ PINHEIRO, marca que já trabalho há anos e que confio não só na beleza como na qualidade. O cinza e o “bordeaux” serão os carros-chefes da nova Estação, seguidos do camelo, tabaco, mostarda e tijolo. Tons mais quentes para nosso friozinho gostoso que está na porta! Vamos, então, a algumas sugestões e até a próxima semana.Um beijo.

Baccarat – Centro de Compras da Pelinca

Fotos: Fernando Cerqueira