Entrevista da Semana

Entrevista da semana

Dr. Leonardo Gama – Nutricionista

Perfil:

– Qual a sua formação profissional? Nutricionista Clínico. Doutor em Biociências e Biotecnologia

– Qual a área escolhida para atuação? Nutrição clínica e esportiva

– Por que escolher Nutrição? Escolheria novamente? Sempre tive muita afinidade com a área e, sim, escolheria novamente.

– Hoje, cuidar da saúde está sendo levado mais a sério? Sem dúvida a consciência do envelhecer saudável está mais apurada, mesmo por que o advento da internet popularizou tanto os cuidados de saúde quanto a percepção de doenças.

– O que você recomenda para quem quer ter uma melhor qualidade de vida? Somente procurar o nutricionista resolve? Necessário que se procure os profissionais corretos em cada seara. Nosso papel complementa o de outros profissionais de saúde e vice-versa.

– Quais são as perspectivas futuras para a profissão? Creio que veremos horizontes importantes, principalmente em relação à nutrigenômica, ou seja, a impactação do que se ingere na interpretação de nossos genes.

– Quem é Leonardo? Bem familiar, pai devoto, simples e um eterno inconformado em como o ser humano tem dificuldade de aprender com a sua história.

– Fale sobre sua família. Sou casado há 11 anos, tenho a Luiza de 10 anos e o Bernardo de 7 anos, ambos a luz do meu candeeiro. A Ísis Catarina, minha esposa e ambos os braços, conheci em uma festa da UENF.

– O que costuma fazer nas horas de folga? Se puder vou pescar em mar aberto!

Bate-bola:

– Não suporta o cheiro de: barata
– Time: Flamengo!
– Melhor amigo (a): Diogo, meu primo.
– Mania: tentar por ordem nas coisas
– Não bebe: bebidas fortes.
– Como gosta de ser chamado: Leo
– É vaidoso: só com o básico
– Detestável: impunidade nesse país
– Momento atual: de transição, espero que para bem melhor.
– Característica admirável: não suporto injustiça
– Bebida: cerveja e chá mate
– Lugar ideal para o descanso: minha casa
– Teatro ou cinema: ambos
– Te deixa sem graça: elogio
– Tecnologia que ainda não é adepto: aqueles óculos 3D
– Música: Blues, rocks clássicos, samba de raiz…
– Não abre mão de: pescar quando posso.
– Campos: cidade que tem tudo para ser referência nacional
– Projeto: me dedicar mais à religião.
– Merece elogio: os envolvidos na investigação Lava-Jato
– Ídolo: Keith Richards
– Lembrança de criança: férias na casa da praia
​- Não te convence: ideologias de esquerda, não mais.
– Gratidão: à minha mãe.
– Injusto: a remuneração média do brasileiro.
– Religião: Kardecista
– Deus: sempre, sobre todas as coisas.
– Deixe uma mensagem: “O que a lagarta chama de fim, o Mestre chama de borboleta.”

Entrevista da Semana

Entrevista da semana

Dra. Gabriela Moreira – Médica Dermatologista

Perfil:

– Qual a sua formação profissional?

Sou Médica Dermatologista.

– Em que momento você optou por ser médica?

Sempre tive afinidade por biomédicas, me identifiquei com a medicina por ter vivenciado de perto a profissão com meu pai, também médico. Não sei dizer o momento certo em que escolhi, foi uma vontade que foi amadurecendo; acho que, na verdade, fui escolhida, rsrsrs…

– A escolha da especialidade teve influência de alguém?

Apesar da decisão bem formada quanto a profissão, a escolha da especialidade não foi tão simples assim! Pensei em várias especialidades antes de optar definitivamente pela dermatologia; tive a influência de uma professora Dermatologista muito querida e incentivadora.

– O que trata o dermatologista?

O dermatologista é o médico especialista no diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças da pele, pelos, mucosas, cabelos e unhas. São mais de 3.000 doenças dermatológicas que afetam a pele de crianças, adultos e idosos. O dermatologista atua no diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças, além de orientar sobre cuidados gerais, solucionar problemas estéticos e trabalhar na manutenção da beleza da pele.

– Qual o lado bom e o lado ruim de ser médica em nossa cidade?

Não restringiria a nossa cidade, mas sim ao contexto atual que temos vivido em nosso País! É muito difícil ver as privações que a população sofre no quesito de promoção da saúde, as condições em que nós profissionais muitas vezes trabalhamos, falo do SUS, onde atuo a maior parte do tempo; lutamos para conseguir amenizar uma dor, fechar um diagnóstico, restabelecer a saúde… muitas vezes se torna um desafio muito grande, mas é a forma que temos de fazer a diferença, de agregar de alguma forma!

– Fale um pouco sobre a sua família.

Me considero uma pessoa de muita sorte, tenho uma família linda e unida! Ter uma família é ter aquela sensação de que você nunca estará sozinho, e por mais que pareça a cada dia mais extinta, acredito muito nesse meu desejo de construir uma, não há melhor forma de viver em sociedade do que em família!

– Quem é Gabriela?

Difícil definir, rs… às vezes Gabriela, às vezes filha, irmã, tia, namorada, amiga, médica, mulher, mas sempre Gabi. Capricornianas são autênticas, alegres, espontâneas, alto astral, loucas pela vida. Sou dona das minhas boas memórias, para o Hebraico a enviada, aquela que guia as rédeas do existir. Muitas vezes sou mais forte do que imagino, me considero em um constante aprendizado, acreditando em deixar os dias mais leves, e que ser feliz é descomplicar a vida, pelo lado de dentro!

– O que faz nos momentos de folga?

Viagens, sempre que posso!

Bate-bola:

Surpresa boa: Flores;

– Programa de final de semana: Ao ar livre;

– Pecado: Vários;

– Como gosta de ser chamada: Pelo nome

– Adora quando: Sou lembrada com carinho!

– Casa ou balada: Casa;

– Não gosta de ler: Política;

– Programa de TV preferido: Filmes;

– Parceiro é… aquele que não precisa ser chamado, pois já sabe!

– Animal que jamais teria: Réptil;

– Não perdoa: Ainda desconheço;

– Melhor parte da casa: As pessoas;

– Merece aplausos: Todo esforço para o bem;

– Fiel: Combina com espontâneo;

– Mulher admirável: Ah! A minha mãe!

– Homem inteligente: Meu Pai!

– Tira você do sério: Atrasos;

– Estilo de se vestir: Casual;

– Perfeito: Sempre associo à sutileza;

– Livro de cabeceira: Mais de um, gosto de alternar, dependendo do humor. Sempre algum sobre budismo!

– Não vive sem: Amor;

– Precisa conhecer: Tudo que seja bom e que ainda não conheço!

– 2018: Peço Paz;

– Religião: O caminho;

– Deus: A direção;

– Deixe uma mensagem:

“simplifique a vida; abandone prazeres pequenos para dar lugar aos que são relevantes.” Livro O cérebro de Buda- Rick Hanson